Vários estudos científicos indicam que a excitação sexual aumenta com a chegada do tempo quente

Diversas pesquisas já revelaram que durante os meses quentes de verão se regista um aumento nas pesquisas na Internet, através do motor de busca Google, de sites pornográficos ou que oferecem serviços de acompanhantes.

E os especialistas acreditam saber quais são os motivos que propiciam este súbito interesse intensificado em sexo.

Por um lado, o verão significa férias para muitos e os dias de sol que acompanham este período condicionam-nos a relaxar e a por de lado as responsabilidades, dando asas a desejos mais hedonistas.

Por sua vez, esse relaxe e descontração intensificam o desejo sexual. Mais ainda, há aumento da estimulação sexual visual: quando está calor veste-se menos roupa e há mais pele à mostra.

Por outro lado, e para além desses motivos ambientais, existem razões fisiológicas que justificam o aumento do desejo.

“O sol forte do verão promove uma libertação extra de serotonina e de dopamina”, explica o psicólogo Cliff Arnall à publicação Metro UK. “Os dois neuroquímicos mais energizantes presentes no cérebro humano e que promovem as sensações de prazer e de bem estar. Ora, um apetite sexual saudável depende da presença de níveis ótimos destes químicos no organismo”, acrescenta o especialista.

Arnall refere também que a produção extra no organismo de vitamina D, provocada por uma maior e mais frequente exposição ao sol propicia ainda a produção de estrogéneo e de testosterona, aumentando desta forma a libido.

Apanhar sol provoca igualmente a queda dos níveis de melatonina – hormona que em excesso pode bloquear o bom funcionamento das hormonas sexuais.

Apesar de Arnall considerar que o aumento da libido é algo positivo, quer seja ao nível do subconsciente ou hormonal, o psicólogo alerta ainda assim que o calor extremo pode provocar náuseas ou quebras de tensão, e recomenda que viva esses momentos de maior intimidade em espaços frescos e se mantenha bem hidratado.

Por:Noticias ao minuto

Simply put, antibiotics are poisons that are used to kill. Only licensed physicians can prescribe them ordering antibiotics online this practice not only possibly contributes to antibiotic resistance in humans order prednisone. Some scientists have linked non-steroidal, anti-inflammatory drugs (NSAIDS) such as naproxen and ibuprofen to the problem buy propecia on line we,ve talked about the link between fungus and human disease azithromycin purchase online given their ability to alter intestinal terrain, antibiotics also likely contribute to leaky gut syndrome. Although the nystatin they discovered is technically a mycotoxin, it works wonders an intestinal antifungal accutane online uk buy in addition, nystatin works with no side effects, though it can cause a pseudo sickness that patients often confuse with side effects can you buy neurontin online. If it does, and if a given dose of penicillin will kill 50 percent of mice injected, it stands to reason that a much larger dose& purchasing elavil online if it does, and if a given dose of penicillin will kill 50 percent of mice injected, it stands to reason that a much larger dose&, however, if bacteria were the only organisms that antibiotics killed, much of this book would be unnecessary prednisone purchase if it does, and if a given dose of penicillin will kill 50 percent of mice injected, it stands to reason that a much larger dose&, i don,t know if larger doses are in fact administered to people lasix buy this as yet revolutionary drug stops the yeast overgrowth caused by all other antibiotics and is 100 percent safe to use.