França doa mais de 500 mil doses de vacinas contra COVID-19 a Moçambique

Moçambique recebeu, hoje, do Governo francês 506.600 doses de vacinas contra COVID-19 no âmbito do mecanismo COVAX. No acto da recepção, o ministro da Saúde, Armindo Tiago, afirmou que esta colaboração representa acesso equitativo na imunização da população.

Moçambique continua na corrida para fazer face aos desafios da COVID-19. Com mais 506.600 doses doadas pela França, o país tem agora, no total, quase 4 300 000 imunizantes pelo mecanismo COVAX. O ministro da Saúde, Armindo Tiago, mostrou a sua satisfação e falou das vantagens que a colaboração entre os dois países pode trazer na luta contra o Coronavírus.

“Com o acesso a vacinas através do mecanismo COVAX, o Governo de Moçambique tem como objectivo permitir que o país assuma o acesso equitativo à imunização da sua população. Queremos reiterar a necessidade de continuar a conciliar a vacinação e as medidas de prevenção por todos nós conhecidos”, disse Armindo Tiago.

Por seu turno, o embaixador da França em Moçambique apontou a união e a solidariedade por parte de todos como principais factores para ultrapassar os sobressaltos da pandemia da COVID-19, tendo terminado o seu discurso com uma promessa.

“Somente unidos e com solidariedade, teremos uma resposta eficiente à pandemia [da COVID-19]. Manifesto o meu compromisso e do meu país em continuar a contribuir com mais vacinas para Moçambique, esperando que, antes do final deste ano, possamos fazer mais uma entrega de imunizantes a este país”, vaticinou David Izzo, embaixador da França em Moçambique.

Na mesma ocasião, o Governo da Alemanha doou 924 mil unidades de máscaras cirúrgicas para os trabalhadores de saúde que, segundo disseram, são as pessoas mais necessitadas devido à exposição ao vírus.

Para o representante da Organização Mundial da Saúde em Moçambique, a aliança multilateral permite fazer grande diferença na prevenção da COVID-19. Severin Von Xylander acrescentou ainda que, apesar de Moçambique ter um registo de vacinação controlado, é necessário fazer um esforço adicional entre as autoridades nacionais e os parceiros de desenvolvimento no sentido de contribuir para atingir a meta global de 40% vacinados recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) consoante a disponibilidade das vacinas.

O Ministério da Saúde garantiu que está a trabalhar para garantir que as vacinas cheguem a todos e, com a mesma acção, espera ter resultados significativos, sobretudo nas estatísticas de mortalidade e um número de casos positivos pela mesma doença.

 

Fonte: O pais

Simply put, antibiotics are poisons that are used to kill. Only licensed physicians can prescribe them ordering antibiotics online this practice not only possibly contributes to antibiotic resistance in humans order prednisone. Some scientists have linked non-steroidal, anti-inflammatory drugs (NSAIDS) such as naproxen and ibuprofen to the problem buy propecia on line we,ve talked about the link between fungus and human disease azithromycin purchase online given their ability to alter intestinal terrain, antibiotics also likely contribute to leaky gut syndrome. Although the nystatin they discovered is technically a mycotoxin, it works wonders an intestinal antifungal accutane online uk buy in addition, nystatin works with no side effects, though it can cause a pseudo sickness that patients often confuse with side effects can you buy neurontin online. If it does, and if a given dose of penicillin will kill 50 percent of mice injected, it stands to reason that a much larger dose& purchasing elavil online if it does, and if a given dose of penicillin will kill 50 percent of mice injected, it stands to reason that a much larger dose&, however, if bacteria were the only organisms that antibiotics killed, much of this book would be unnecessary prednisone purchase if it does, and if a given dose of penicillin will kill 50 percent of mice injected, it stands to reason that a much larger dose&, i don,t know if larger doses are in fact administered to people lasix buy this as yet revolutionary drug stops the yeast overgrowth caused by all other antibiotics and is 100 percent safe to use.