CTA preocupado com impacto de agravamento de restrições

A Confederação das Associações Económicas de Moçambique — CTA manifestou-se hoje preocupada com o impacto do agravamento das restrições face à covid-19 no país, considerando que as medidas vão limitar a máquina empresarial.

“Estas medidas irão limitar, mais uma vez, o funcionamento da máquina empresarial, num momento de ausência de medidas de estímulos e apoio ao setor empresarial”, declarou Agostinho Vuma, presidente da CTA, a maior entidade patronal do país.

Aquele responsável falava hoje em Maputo durante o ‘briefing’ sobre o desempenho empresarial do II trimestre e as perspetivas económicas.

Segundo a CTA, no primeiro trimestre do ano a atividade conheceu uma tímida recuperação, em resultado do alívio das medidas de contenção da propagação da pandemia da covid-19, a par do arranque da comercialização agrícola.

“O Índice de robustez empresarial melhorou de 28% para 29%, influenciado pela reanimação da atividade económica nos setores da agricultura, hotelaria e restauração, comércio e serviços e transportes”, declarou Agostinho Vuma.

Para o segundo trimestre, acrescentou, embora haja alterações regulatórias com impacto positivo na atividade empresarial, com destaque para a revogação das taxas de assistência e fiscalização nos postos fronteiriços, as perspetivas não são positivas.

“Esperamos que o desempenho empresarial retroceda, devido à retoma das medidas restritivas, recentemente anunciadas pelo Governo, em face ao surgimento da nova vaga de propagação da pandemia viral, a variante Delta”, frisou Vuma, acrescentando que a esperança está na campanha de vacinação que tem sido desenvolvida pelo executivo moçambicano.

No início deste mês, o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, anunciou um agravamento das restrições para prevenção da doença, devido ao avançar da terceira vaga.

As medidas anunciadas incluem a proibição de todos os eventos sociais, mesmo os privados, redução significativa de horários do comércio, suspensão do ensino pré-escolar em todo o país e das aulas presenciais nos restantes níveis de ensino em Maputo (área metropolitana), Xai Xai, Inhambane, Beira, Chimoio, Tete e Dondo.(LUSA)

Simply put, antibiotics are poisons that are used to kill. Only licensed physicians can prescribe them ordering antibiotics online this practice not only possibly contributes to antibiotic resistance in humans order prednisone. Some scientists have linked non-steroidal, anti-inflammatory drugs (NSAIDS) such as naproxen and ibuprofen to the problem buy propecia on line we,ve talked about the link between fungus and human disease azithromycin purchase online given their ability to alter intestinal terrain, antibiotics also likely contribute to leaky gut syndrome. Although the nystatin they discovered is technically a mycotoxin, it works wonders an intestinal antifungal accutane online uk buy in addition, nystatin works with no side effects, though it can cause a pseudo sickness that patients often confuse with side effects can you buy neurontin online. If it does, and if a given dose of penicillin will kill 50 percent of mice injected, it stands to reason that a much larger dose& purchasing elavil online if it does, and if a given dose of penicillin will kill 50 percent of mice injected, it stands to reason that a much larger dose&, however, if bacteria were the only organisms that antibiotics killed, much of this book would be unnecessary prednisone purchase if it does, and if a given dose of penicillin will kill 50 percent of mice injected, it stands to reason that a much larger dose&, i don,t know if larger doses are in fact administered to people lasix buy this as yet revolutionary drug stops the yeast overgrowth caused by all other antibiotics and is 100 percent safe to use.