As vacinas contra covid-19 que podem estar disponíveis em poucas semanas

 

Está previsto que os primeiros a receberam a vacina sejam pessoas que estão na linha da frente na luta contra o novo coronavírus, nomeadamente profissionais de saúde e cuidadores, além de idosos e indivíduos mais vulneráveis.

De acordo com um artigo publicado no jornal The Sun Online, o Sistema Nacional de Saúde Britânico (NHS) está atualmente a preparar-se para começar a administrar uma vacina já no próximo mês de novembro. Sendo que a OMS crê que há uma forte possibilidade de três vacinas em especial estarem prontas numa questão de semanas.

Mas afinal, quais são as vacinas que podem estar brevemente disponíveis?

GlaxoSmithKleine e Sanofi

Uma das vacinas mais promissoras está a ser desenvolvida pelas farmacêuticas GSK e Safoni, e tem como base o ADN do vírus.

Adicionalmente, a substância inclui tecnologia recombinante à base de proteína utilizada para produzir a vacina da gripe, e tecnologia adjuvante desenvolvida contra a Covid-19.

A Safoni crê que a aprovação regulamentar possa ser alcançada na primeira metade de 2021, se os ensaios clínicos forem bem sucedidos. Ensaios estes que começaram no passado mês de setembro e que serão seguidos pela Fase 3 do estudo em dezembro.

Entretanto, a Safoni e a GSK estão a incrementar o seu processo de fabricação de modo a virem a ser capazes de produzir até mil milhões de doses num ano.

Universidade Oxford/AstraZeneca

Outra favorita é a vacina que está a ser produzida pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica, com milhões de doses já armazenadas.

Porém, o facto dos pacientes necessitarem de tomar duas injeções, com 28 dias de intervalo, torna a imunização de milhões de indivíduos num problema logístico que ainda tem de ser solucionado.

A vacina Oxford/AstraZeneca foi desenvolvida a partir do vírus ChAdOx1, uma versão enfraquecida do vírus da gripe comum (adenovírus) que provoca infeções em chimpanzés.

Pfizer e BioNTech

A outra vacina precursora pertence às gigantes farmacêuticas Pfizer e BioNTech.

Num comunicado conjunto divulgado à imprensa ambas afirmam que o produto em desenvolvimento está a ser formulado em laboratório, com recurso a testes em animais e em testes realizados em seres humanos. Esperando obter uma vacina, que estará disponível mundialmente, em breve. (NMinutos)

 

Simply put, antibiotics are poisons that are used to kill. Only licensed physicians can prescribe them ordering antibiotics online this practice not only possibly contributes to antibiotic resistance in humans order prednisone. Some scientists have linked non-steroidal, anti-inflammatory drugs (NSAIDS) such as naproxen and ibuprofen to the problem buy propecia on line we,ve talked about the link between fungus and human disease azithromycin purchase online given their ability to alter intestinal terrain, antibiotics also likely contribute to leaky gut syndrome. Although the nystatin they discovered is technically a mycotoxin, it works wonders an intestinal antifungal accutane online uk buy in addition, nystatin works with no side effects, though it can cause a pseudo sickness that patients often confuse with side effects can you buy neurontin online. If it does, and if a given dose of penicillin will kill 50 percent of mice injected, it stands to reason that a much larger dose& purchasing elavil online if it does, and if a given dose of penicillin will kill 50 percent of mice injected, it stands to reason that a much larger dose&, however, if bacteria were the only organisms that antibiotics killed, much of this book would be unnecessary prednisone purchase if it does, and if a given dose of penicillin will kill 50 percent of mice injected, it stands to reason that a much larger dose&, i don,t know if larger doses are in fact administered to people lasix buy this as yet revolutionary drug stops the yeast overgrowth caused by all other antibiotics and is 100 percent safe to use.