Ultimate magazine theme for WordPress.

Stefânia Leonel afirma que é difícil ser bissexual em Moçambique

 

Por: Daniel Jacinto

A cantora moçambicana Stefânia Leonel afirmou que é desafiador ser bissexual em Moçambique durante sua participação no podcast “Tu pra Tu”, conduzido por Young Ricardo.

Na conversa, compartilhou sua jornada de autodescobrimento e as dificuldades que enfrentou ao longo do tempo.

Stefânia explicou que é complicado ser bissexual no país, pois ao revelar sua orientação sexual, as pessoas começam a tratá-la de maneira diferente, chegando ao ponto em que até um simples elogio pode ser interpretado de forma equivocada. Para ela, é arriscado elogiar a roupa de alguém.

Quando questionada sobre a reação da família, Stefânia relatou que, felizmente, seus progenitores apoiaram e compreenderam sua orientação sexual, não revoltando-se com a situação. No entanto, reconheceu que outras pessoas comentaram sobre a questão, causando desconforto à família.

Quanto à descoberta de sua bissexualidade, a cantora revelou que não houve um momento específico em que percebeu sua atração por ambos os sexos. Desde criança, gostava de brincar com meninas e não via problema em participar de jogos infantis com elas como é o caso de “papa e mamã”.

Ao ser questionada sobre qual sexo a atraía mais, Stefânia respondeu: “50 por 50, para mim tanto faz”, evidenciando sua abertura e aceitação igualitária de ambos os gêneros.