Ultimate magazine theme for WordPress.

Diana Cossa sonha em ver poligamia legalizada em Moçambique

Diana sobre poligamia

Por: Elves Mucachua

A cantora Diana Cossa, que ficou conhecida nacionalmente por trair seu marido com um amante que tem carro, na tarde desta terça-feira, 03 de outubro, esteve presente no programa “Batidas”, para apresentar os seus trabalhos musicais e tecer comentários sobre o tema “poligamia”.

Conversando com o apresentador Aires Cossa, também conhecido por ser pai da team “Widass”, Diana Cossa voltou mais uma vez a frisar que um homem casado deve ser partilhado com outras mulheres, porque segundo dados, maior número de pessoas que existem em Moçambique são mulheres, portanto, tendo poucos homens no país, outras mulheres não terão nenhum parceiro, daí que, mulher de vestido amarelo defende que o homem deve estar para duas ou três mulheres.

Para Diana Cossa, os homens estão a trair as suas esposas nas escondidas, então, para não fazerem nada clandestinamente, remata que um dos seus maiores sonhos na vida é de ver a poligamia em Moçambique e só assim o dilema da falta de homens para casar mulheres vai acabar de uma vez por todas.

Durante o debate, Diana Cossa, explicou que não basta poligamia ser legalizada, o homem que quer juntar-se a duas ou três mulheres deve estar preparado financeiramente, porque não adianta ter várias mulheres enquanto não está em condições de sustentá-las como deve ser. Preciso que o homem tenha dinheiro para tal, pois as mulheres vão nascer filhos e os filhos devem ter boa vida e boa educação.

Para finalizar, a mulher mais cobiçada por homens casados, acrescentou que as mulheres que são geridas por um homem, não precisam se gostar, mas devem se comunicar e se conhecerem.