Ultimate magazine theme for WordPress.

MC Roger relembra Azagaia “Ele respeitava- me e nunca falou mal de mim”

MC Roger relembra Azagaia

Por: Elves Mucachua

O falecido rapper e mensageiro do povo moçambicano, Azagaia, foi uma pessoa que sempre criticou a forma como o país é dirigido pelo sistema. Através das suas músicas, Edson da Luz (Mano Azagaia), já foi instado a prestar declarações na Procuradoria Geral da República.

Apesar de ser sido um crítico directo ao governo, acredita-se que Azagaia, sempre teve muito cuidado nas suas abordagens, criticou tudo com muita urbanidade, nunca faltou respeito a ninguém e por essa razão, no mês passado, o cantor MC Roger relembrou-se do Azagaia durante uma conversa no Moz Pod.

“Uma das coisas que faziam com que o falecido Azagaia me respeitasse e eu o respeitasse é que eu já partilhei palco com ele, mas ele sabia que eu era um indivíduo que estava no lado do partido no poder e ele era um ativista com posições opostas…”

“Mas tem uma coisa que eu devo aqui dizer, aquele jovem me respeitava muito, não era fácil e nunca falou mal de mim em lado nenhum e nunca gravou uma música a falar mal de mim, nunca teve uma entrevista a falar mal de mim.”

“E ai você se pergunta, porque é um Azagaia que era crítico, nunca falou mal de mim sendo artista, e estas são uma das coisas que eu mais admirava no Azagaia, que hoje descansa em paz, e eu sou da opinião de que nós artistas temos que seguir o exemplo de respeitar os outros independentemente da sua cor partidária, aprendi a respeitar as diferenças por causa do Azagaia” – Roger.

Ainda assim, a redação da revista MOZ ANIMA encontrou uma música do próprio Azagaia lançada há 12 anos, na qual cita MC Roger, num tom que provoca os nervos. O título da música é “Vandalismo Lírico” e o trecho diz o seguinte, logo no início:

Tu reconheces o moço

Pelo número de maçorocas que arrotei no almoço

Perdizes que depenei e esfolei até o osso

E estrangularei, esse Galo se não despertar o meu povo

Deram-me botas pra engraxar, mas eu apenas cospi

Disseram que não tinha escolha, e foi quando escolhi

Falsos! Agora sabem o que é ser um Mc

Não Roger, a minha alma ainda não a vendi

imagem