Suspendido dois processos contra Lula da Silva na Lava Jato

Um juiz do Supremo Tribunal Federal (STF) brasileiro suspendeu, na terça-feira, duas investigações sobre o ex-presidente Lula da Silva na Justiça Federal em Brasília, no âmbito da operação Lava Jato.

A decisão foi tomada pelo magistrado Ricardo Lewandowski e diz respeito aos processos que investigam doações da construtora Odebrecht ao Instituto Lula e a compra de um terreno para a sede da instituição e de um apartamento em São Bernardo do Campo, no Estado de São Paulo, escreve o Notícias ao Minuto.

Com a suspensão, o juiz impede que os casos sejam retomados, depois da decisão do Supremo que considerou a justiça de Curitiba incompetente para processar e julgar os casos que envolvem o ex-presidente brasileiro e de ter considerado o então juiz da Lava Jato, Sergio Moro, parcial na condenação do histórico líder do Partido dos Trabalhadores (PT).

Na prática, a decisão, com carácter provisório, além de travar novas diligências, impede que sejam usadas as investigações que já tinham sido feitas anteriormente nos processos envolvendo o ex-presidente.

O arquivamento do processo abre caminho para uma possível candidatura à Presidência de Lula da Silva em Outubro de 2022, para as quais as sondagens de opinião o colocam como favorito, à frente do actual Presidente, Jair Bolsonaro, o seu maior adversário político.

 

Fone: O pais